quinta-feira, 31 de julho de 2008

Cortejo do Boi Rosado em Belo Horizonte

Comemorando o mês do folclore, dia 24 (domingo) das 10 as 12 horas, realizou-se o I Cortejo do Boi Rosado no centro de Belo Horizonte em homenagem ao centenário de nascimento do escritor Guimarões Rosa.

O cortejo que teve início na frente a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, realizou parada no coreto da Praça da liberdade, no jardim do Museu Mineiro e na feira de artesanato da Avenida Afonso Pena. Depois da entrada no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, o cortejo transitou por vários espaço até sua finalização no Coreto.

Durante o trajeto houveram diversas intervenções artísticas e ecológicas, tais como,contação de história realizada por uma representante do Grupo Miguilim de Cordisburgo-MG e ritmos de tambores por percussionistas de Belo Horizonte e Contagem. Alêm disso, os artistas, amigos e as parteiras do Boi Rosado doaram ao público dezenas de mudas de árvores (pau-brasil e ipê), centenas de "Rosas do Centenário" e de saquinhos de papel contendo uma espécie de comida típica do Sertão:rapadura com farinha.

Depois de muitas alegrias,o Boi Rosado encerrou seus folguedos no alto do coreto do Parque Municipal. E para recompor as energias, lanches acompanhados de suco de cajú foi servido aos participantes. ( Veja as imagens)
























































Artistas articuladores do cortejo: Severino Iabá,Marina Mípus e Vitor Silva

Contato (031- 91711314)

REALIZAÇÃO

Projeto Manifesto das Flores

AGRADECIMENTOS

As Parteiras e os Amigos do Boi Rosado
Grupo Miguilin/Educação Pelo Tambô de Contagem
Artistas do Projeto Manifesto das Flores
BHTRANS e Polícia Militar de Minas Gerais
Fundação de Parque Municipais de Belo Horizonte
Superentendência de Museus do Estado de Minas Gerais
Administração Regional Centro-Sul
Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa
Sindute-Betim

SAIBA MAIS SOBRE O BOI ROSADO

O Boi Rosado é mais um desdobramento do Projeto de arte pública Manifesto das Flores.Foi idealizado a partir das histórias de bois contidas nas obras do escritor Guimarães Rosa e da operação de arte "Rosas para o Rosa" realizada em Cordisburgo em 2006. Em 2008, o Boi Rosado foi construído numa oficina do Projeto intitulada de "Ciranda das Rosas" e lançado nas cidades de Cordisburgo e Belo Horizonte durante a operação de arte "Rosas do Mundo" realizada em homenagem ao centenário de nascimento do escritor.


Um comentário:

Maestro disse...

Parabéns pelo manifesto e pela articulação em prol da cultura popular. Torço pelo sucesso de todos e, conte conosco.

Claudionor Miranda - Instituto do Brasil.

(31) 2564 4236, 2564 42368
857 9371
claudionormiranda@gmail.com